domingo, 8 de maio de 2011

Mais uma carta para minha mãe!

Olá, mãe. Sou eu de novo. Aqui estou, mal-humorado, depressivo como sempre, num domingo onde eu deveria estar feliz pelas minhas lembranças que tenho de ti. Mas infelizmente, o que realmente tenho é muita raiva e decepção.






Você me deixou muito cedo, sendo que eu te abandonei antes. Eu era apenas um adolescente sem rumo, e não entendia o que estava acontecendo... Peço perdão pelas minhas atitudes. Eu só queria apenas dizer que sinto muito a tua falta.
Sinto que a minha vida é uma desgraça e tormento sem fim. Precisava de ter você ao meu lado, para me manter na linha, ser a minha bússola e me guiar nessa vida onde eu só fiz burrada.

Eu sei que tudo que você fez foi para me proteger, como nunca ter dito quem era o meu verdadeiro pai, eu só queria saber quem era ele e porque você nunca disse o que ele tinha feito de errado. As pessoas falam dele como se eu o conhecesse, mas juro que se eu realmente o conhecesse, eu o matava, por tanta dor e sofrimento que você passou, além do que isso foi conseqüentemente transferido para mim.

Mas isso não importa mais, o que realmente importa é que eu nunca te esqueci, e não preciso de um dia como esse para me confortar ou me estressar, pois isso já acontece todos os dias, e creio que você deve estar dando risadas de mim nesse momento. Já até brinquei que a senhora me trollou no ato de meu nascimento.

Estou passando por problemas no momento, que eu nem preciso mencionar, a senhora deve estar vendo, e creio que por não poder me ajudar, deve sofrer junto comigo. As pessoas em que eu acreditava me abandonaram, como sempre na vida, e me querem ver morto ou destruído. Eu enxergo uma ponta de satisfação deles em relação ao que está acontecendo no momento. Estou num ponto crucial da vida onde tanto faz viver ou morrer. A última opção é mais viável.

Queria tanto saber de você. Queria tanto uma resposta. Eu realmente não sei mais o que fazer. Eu não vejo uma sequer luz no fim do túnel. Estou vivendo um dia após o outro sem se importar com o futuro, pois sei que ele será sombrio.

Só espero que você, e vou repetir de novo, me perdoe. Eu nunca quis te magoar. Estou pagando até hoje pelas minhas atitudes inconseqüentes.

Sim, eu sei que mereço tudo isso...


BlogBlogs.Com.Br